Inicio      Sobre      Agenda      Downloads      Forum      Fale Conosco      Global Site      Español      Português
Propagação
Talo
A Folha
A Inflorescência
O Sistema de Raiz
Brotação e Fase de Estabelecimento
Fase Perfilhamento
Fase de Crescimento dos Colmos
Fase de Maturação
Implicações Práticas
Variedades Aperfeiçoadas
Preparação da Terra
Material de Plantio
Tempo de Plantio
Irrigação da Germinação
Gerenciamento de Erva Daninha
Gerenciamento de Água da Irrigação
Fertirrigação
Cobrição
Desfolhamento
Escoramento (Amarrar)
Remoção de brotos de água
Gerenciamento de Colheita
Produção
Sintomas de Deficiência Nutricional
Pestes e Doenças
Inicio > Práticas Agronômicas > Variedades Aperfeiçoadas
Variedades Aperfeiçoadas

A variedade é o pivô no qual todo o sistema de produção gira ao redor. Portanto, o cultivo de cana de açúcar científica deve começar com a escolha de uma variedade apropriada para o clima agronômico-climático, tipo de solo e estação. Variedades apropriadas agora estão disponíveis para quase todos os tipos de condições de cultivo no mundo.

 

Novas variedades são constantemente desenvolvidas pelos Institutos de Cultivo de Cana de Açúcar, Universidades agrícolas, e Centros de Pesquisa & e Desenvolvimento ao redor do mundo. Seria, portanto válido para os cultivadores manipular o meio ambiente de forma que esse pudesse oferecer a expressão máxima do potencial de produção possuída por essas variedades.

 

Classificação das variedades de cana de açúcar

 

A cana de açúcar é considerada madura e pronta para cultivo se esta contém mais que 16% de sacarose e 85% pureza de suco de cana. As variedades, de níveis de 12, 14 e 16 meses de idade, se plantadas em dezembro/janeiro são vastamente classificadas como tipo precoce, médio-tardio e maturação tardia.

 

Os termos precoce, médio e tardio são, portanto, uma classificação não natural e somente representam uma graduação relativa entre variedades para efeito de comparação. A idéia principal da classificação de variedades baseado em maturidade é facilitar o cultivo da variedade no tempo apropriado para aumentar a recuperação e consequentemente à produção de açúcar.

 

Proporções de variedade apropriadas

 

Uma proporção de área apropriada deve ser mantida para as variedades precoce, médio-tardio e maturação tardia para garantir um suprimento apropriado de cana de qualidade desejada ao longo do período de trituração. Uma proporção de variedade apropriada não somente irá aumentar a recuperação de açúcar total, mas também a manterá ao longo da estação de trituração. Uma proporção de 30:40:30 tem sido sugerida para as variedades de maturação precoce, médio-tardia e tardia para uma performance ideal e utilização de períodos de trituração.

 

Com um grupo de maturidade, deve haver mais que uma variedade na região de produção. Isto ocorre pelo simples fato de proporcionar uma garantia contra uma epidemia de peste ou doença do cultivo, no qual pode destruir completamente o cultivo.

 

Escolha de variedade

 

Considerações importantes ao escolher uma variedade apropriada incluem produção de cana, qualidade do suco, faixa etária, adaptação as condições de cultivo, tipo de solo, regime de irrigação etc., potencial de safra, resistência a pestes & doenças e condições de cultivo adversas.

 

Algumas das atribuições de variedades desejáveis que alguém tenha que procurar são alto potencial de cultivo, alto conteúdo de sacarose, boa aparência do campo, grande capacidade de perfilhamento, talos médio-grossos a grossos e longos, internódios longos, hábito de crescimento eretos, não-alojamento de detritos, falta de florescimento ou pouco florescimento, boa capacidade de safra, ausência de espinhos na bainha da folha, ausência de divisões nos talos, menor espalhamento da gema e resistência a problemas locais prevalentes.

 

Os defeitos de variedade incluem tendência a alojamento de detritos, propensão a florescimento, suscetibilidade a doenças, desenvolvimento de espaço oco, alto conteúdo de fibra, gemas grandes e abauladas que podem ser danificadas durante o transporte, espinhos pesados na bainha da folha, ressecamento do topo verde na maturação, bloqueio de folha apertado, presença de pivô apertado, crescimento de rachaduras ou divisões.

 

Esses defeitos podem parecer pequenos e insignificantes, no começo, porém eles obviamente chamam a atenção dos cultivadores quando as variedades são cultivadas.

 

Cultivadores de cana de açúcar no mundo todo recebem uma definição que corresponde ao país nos qual eles se desenvolvem. Alguns exemplos podem ser dados: Argentina - NA; África do Sul - N; Austrália - Q; Brasil - CB, IAC, PB, RB e SP; Colômbia - ICA; Cuba - C; EUA - CP; Filipinas - Phil; Índia - Co; Indonésia - POJ; Peru - PCJ; Egito - E; Porto Rico - PR; e Mauricio - M. Três ou mais dígitos normalmente seguem a. As variedades aperfeiçoadas cultivadas na maioria dos países são dadas na Tabela 6.

 

Tabela 6. Cana de açúcar: Variedades aperfeiçoadas sob cultivo em países diferentes

 

S.No.

País

Variedades Aperfeiçoadas

1

Brazil

SP-77-5181, RB-85-5453, SP-81-3250, SP-80-1816, RB-85-5113, SP-80-3280, RB-1049, SSSP-71-5181, BR85-5113, BR72-454, BR83-5486

2

India

CoS.687, CoPant.84211, CoJ.64, CoLk.8001, Co.1148, CoS.767, CoS.802, CoC.671, CoC.85061, Co.8021, Co.6304, Co.1148, CoJ.79, CoS.767,  Co.740, CoM.7125, Co.7527, CoC.671, Co.740, Co.8014, Co.7804, Co.740, Co.8338, Co.6806, Co.6304, Co.7527, Co.6907, Co.7805, Co.7219, Co.7805, Co.8011

3

Louisiana

CP 65-357, CP 70-321, CP 72-370, CP 74-383, CP 79-318, LCP 82-89, LHo 83-153, LCP 85-384, HoCP 85-845, LCP 86-454, HoCP 91-555

4

Thailand

91- 2 -29, K 92 -181, K 95 -84

5

China

6

Hawaii

7

South Africa

CP 66 - 1043, NCo 376, N 12, N 14, N 16, N 17, N 19,

N 21, N 22, N 23, N 24, N 25, N 26, N 27, N 28, N 29, N 30, N 31, N 32, N 33, N 35, N 36, N 37, N 39, N 40, N 41 

 

Send to a friend Top of Page Printable Version